expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 4 de março de 2013

Um político com mais de 100 processos nas costas

José Geraldo Riva, Presidente da Assembleia
Legislativa constrói uma biografia marcada
pela habilidade em escapar da Justiça
Réu em mais de uma centena de processos nos âmbitos cível e criminal em função de suspeita de participação no desvio de R$ 65,2 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa do Mato Grosso e outros crimes, José Geraldo Riva (PSD) sempre foi considerado um homem de sorte.

Eleito deputado estadual em Mato Grosso pela primeira vez, em 1994, alterna há 18 anos o cargo de presidente e 1º secretário do Legislativo.

O alto posto serviu para articular, por exemplo, a aprovação de lei que tentava tirar da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá todos os processos por improbidade administrativa a que ele mesmo responde.

Na condição de ordenadores de despesas da Assembleia, Riva e outro deputado, Humberto Bosaipo, usavam uma rede de empresas-fantasmas para forjar gastos com gráficas, serviços de limpeza e reparos, segundo o MP.

Uma das empresas que receberam quase R$ 3 milhões tinha como objeto social a fabricação de calcinhas. Quando o escândalo veio à tona, o contrato já estava alterado para uma atividade bem distinta: locação de aviões.

Em tempo: Nos últimos anos Riva vem atribuindo as denúncias “à disputa política”. Já argumentou que trabalha muito e ganha pouco.

Pense numa cara de pau!
Postar um comentário